Mulheres no Cinema (21 a 24 de agosto) CCH-UFMA

#Divulgação.

A MULHER NA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL MARANHENSE (link pro site aqui)

A SEMANA DE ARTE É UM EVENTO PROMOVIDO PELO CENTRO ACADÊMICO DE ARTES VISUAIS – GESTÃO CAZUMBÁ QUE VISA O ESTÍMULO A DISCUSSÃO, A PRODUÇÃO E A EXPOSIÇÃO DAS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS MARANHENSES.

EM SUA PRIMEIRA EDIÇÃO, A SEMANA DE ARTE ABORDARÁ O TEMA “A MULHER NA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL MARANHENSE”, ONDE PRETENDE DISCUTIR SOBRE O TEMA COM A PARTICIPAÇÃO DE MULHERES EM DIVERSAS POSIÇÕES NA PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA LOCAL, COMO PRODUÇÃO, DIREÇÃO, ATUAÇÃO, CURADORIA E OUTROS.

A PROGRAMAÇÃO VAI DISPOR DE DEBATES, OFICINAS, RODAS DE CONVERSA, WORKSHOPS E EXIBIÇÕES DE FILMES PRODUZIDOS PELOS DISCENTES DO CURSO DE ARTES VISUAIS E DEMAIS ÁREAS, PROMOVENDO UM DIÁLOGO ENTRE OS ALUNOS, O CORPO DOCENTE, OS ARTISTAS LOCAIS, A COMUNIDADE E O AMBIENTE UNIVERSITÁRIO.

Em correspondência as propostas e competências que dizem respeito ao Centro Acadêmico do curso de Licenciatura em Artes Visuais, a Gestão Cazumbá realiza a Semana de Arte que consiste em incentivar a participação e produção dos discentes a partir da interdisciplinaridade com as diversas áreas e o contato dos mesmos com a comunidade em geral.

PROGRAMAÇÃO

20\08 – Segunda-feira

Recepção dos calouros

Horário: 09h

Local:

 

21\08 – Terça-feira

Mesa de debate: A mulher na produção audiovisual maranhense

Convidadas: Paula Barros, Áurea Maranhão, Carolina Maria e Mavi Simão

Horário: 08h30

Local: Mário Meireles – CCH\UFMA

 

22\08 – Quarta-feira

Workshops

  1. Direção

Ministrante: Naýra Albuquerque

Horário: 08h30

Local:

 

  1. Direção de Arte

Ministrante: Neila Albertina

Horário: 08h30

Local:

 

  1. Direção de Fotografia

Ministrante: Maria Thereza Soares

Horário: 08h30

Local:

 

  1. Documentário

Ministrante: Rose Panet

Horário: 08h30

Local:

 

23\08 – Quinta-feira

Palestra – Produção de cinema de animação: Caminhos possíveis

Convidada: Deyla Rabelo

Horário: 08h30

Local: Auditório Mário Meireles – CCH\UFMA

 

24\08 – Sexta-feira

Exibição de filmes + bate-papo com representantes

Horário: 08h30

Local: Auditório Mário Meireles – CCH\UFMA

 

Culturais

Horário: 12h

Local: Hall do CCH\UFMA

Anúncios

Entrevista para o programa “Resenha”

#LaterPost

É muito bom ser entrevistado por quem é fã do personagem do documentário. Nossos agradecimentos ao jornalista Itevaldo Junior pela oportunidade de conversamos (bastante) sobre o “José Louzeiro: depois da luta”. Para assistir à entrevista na íntegra,  basta clicar aqui.

Crédito de fotografia: não identificado.

Resenha

Lançamento do documentário “José Louzeiro: depois da luta” na Cinemateca do MAM

lançamento

Foto: Paula Monte. Arte: Aléssio Seabra. Texto: Bruna Castelo Branco.

 

Filme maranhense será lançado no Rio de Janeiro

Curta-metragem “José Louzeiro –  Depois da Luta”, sobre a trajetória do roteirista, escritor e jornalista maranhense José Louzeiro será exibido, em sessão única, no dia 14 de julho na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

 

Depois de ser lançado em São Luís e receber duas menções honrosas no 41º Festival Guarnicê de Cinema, o curta-metragem “José Louzeiro: Depois da Luta” será lançado no próximo dia 14 de julho, às 20h,  na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, que também serviu como uma das locações do filme. A exibição é gratuita e será seguida por roda de conversa com a equipe realizadora do filme.

Dirigida pela cineasta maranhense Maria Thereza Soares, a obra, com duração de 15 minutos,  é baseada na pesquisa da jornalista maranhense Bruna Castelo Branco e traz como foco a contribuição de José Louzeiro para o cinema nacional.

Falecido em dezembro do ano passado aos 85 anos, o escritor maranhense tem um destaque como roteirista de obras importantes como “Lúcio Flávio – O Passageiro da Agonia”, “ Pixote – A Lei do Mais Fraco”, “ O Homem da Capa Preta”, “Quem Matou Pixote?”, entre outros, e traz depoimentos de José Louzeiro e de cineastas como Sérgio Rezende, Jorge Duran e José Joffily.

O projeto do filme foi aprovado em 2016 pelo II Edital Audiovisual do Maranhão, concebido por meio de uma parceria entre Governo do Estado e Agência Nacional de Cinema (Ancine), e o filme tem apoio cultural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio), Restaurante Thai – Cozinha Contemporânea e TV UFMA.  As gravações ocorreram em fevereiro e março do ano passado no Rio de Janeiro e São Luís, respectivamente.